MOSTRA TIRADENTES | SP

 A VIDA PEDE MAIS CINEMA

A Mostra Tiradentes|SP chega à sua 7a edição, de 28 de março a 03 de abril, no CineSesc, graças à continuidade da parceria entre a Universo Produção e o Sesc SP.Consolidada como o evento do cinema brasileiro na capital paulista, a Mostra Tiradentes | SP apresenta, em sete dias de programação, 35 filmes (13 longas, um média e 21 curtas), 19 sessões de cinema, 10 bate-papos com realizadores, uma oficina e um debate conceitual. A Mostra SP será norteada pela temática “Corpos Adiante”,abordada na 22ª edição da Mostra Tiradentes (janeiro), com o intuito de ampliar a reflexão com discussões e perspectivas. 

O público de São Paulo está convidado a conferir um panorama do cinema brasileiro contemporâneo com a realização da Mostra Tiradentes|SP 2019,que exibirá todos os filmes vencedores da edição mineira de 2019, além de outros destaques exibidos na 22ª Mostra Tiradentes e títulos selecionados especialmente para São Paulo.

Na abertura da programação, a Mostra fará a entrega do Troféu Barroco a uma personalidade de destaque do cinema brasileiro escolhida para a itinerância paulista do evento. A homenagem destaca e reconhece a carreira de sucesso da atriz paulistanaLuciana Paes, profissional de repertório cômico e autocrítico que se reinventa a cada espetáculo.Há mais de uma década, se divide entre teatro, cinema e televisão. Seu estilo de interpretação mescla rigor técnico e carisma, o que já lhe rendeu prêmios e destaque na cena dramática brasileira.

Dedicada exclusivamente à exibição de trabalhos de diretores em início de carreira, independentemente da idade, mas que tenham até três longas realizados, a Mostra Aurora chega, em 2019,àsua 12ª edição. Com curadoria assinada por Lila Foster e Victor Guimarães e coordenação de Cleber Eduardo, o recorte reúne filmes inéditos de diretoras e diretores de seis estados:Goiás, Paraíba, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Ceará e São Paulo,mantendo o seu olhar para a produção independente das mais variadas regiões do país.Depois de concorrerem ao prêmio do Júri da Crítica na 22ª Mostra de Tiradentes, eles chegam a São Paulo para sua segunda exibição. Sete filmes integram a seleção: A Rosa Azul de Novalis (SP), de Gustavo Vinagre e Rodrigo Carneiro; A Rainha NzingaChegou(MG), de Junia Torres e Isabel Casimira; Tremor Iê (CE), de Elena Meirelles e Lívia de Paiva; Seus Ossos eseus Olhos (SP), de Caetano Gotardo; Vermelha (GO), de Getúlio Ribeiro; Desvio (PB), de Arthur Lins; e Um Filme de Verão (RJ), de Jô Serfaty.

Também avaliada pelo Júri da Crítica na 22ª Mostra de Tiradentes, a Mostra Foco será exibida em sua totalidade na capital paulista.O curta-metragem sempre teve destaque na programação, sendo a Mostra Foco um dos recortes mais aguardados, que nesta edição reúne 12 filmes de sete estadosque propõem diferentes estratégias dos corpos, considerandoseus lugares no mundo e situações de crise. Assinam a seleção os curadores Camila Vieira, Pedro Maciel Guimarães e Tatiana Carvalho Costa.

 Um dos destaques desta edição é a presença da produção paulista na programação da Mostra Tiradentes |SP: dos 35 filmes em exibição, 19 são paulistas (6 longas e 13 curtas), incluindo obras apresentadas na 22ª Mostra Tiradentes e outros títulos selecionados para a itinerância. Celebrando a boa safra da produção paulista,o evento promove a Mostra Foco SP, que apresenta quatro títulos que motivaram o olhar e a emoção dos curadores e têm como ponto comum terem sido produzidos em São Paulo, e a Mostra Paulista, que reúne dois longas, sendo um deles inédito, convidado especialmente para ser o filme de encerramento da programação: Copo Vazio, de Dellani Lima.

 Integram a programação da 7ª edição da Mostra Tiradentes | SPações de formação, momentos de reflexão e troca de experiênciasque se somam às exibições de filmes. A oficinaIntrodução a Práticas e Projetos Audiovisuais Multiplataforma, a ser ministrada pelo instrutorGustavo Padovani, busca entenderesse novo ambiente dinâmico de criação audiovisual, aplicando-a em projetos que envolvamnovos saberes a respeito de estruturas narrativas para multiplataformas, novas formas deprodução, roteirização, desenvolvimento de mundo, modelagem de negócios e estratégias decirculação do conteúdo audiovisual.

Reconhecida no calendário de festivais como um dos principais espaços de reflexão do cinema brasileiro, a Mostra Tiradentes realizaem suas edições anuaisdebates, encontros e diálogos. Em São Paulo, promove 10 bate-papos após as sessões de filmese o debate conceitual Corpos Adiante: coletivos e corpos em risco, que reúne realizadores para uma conversa sobre os corpos em risco retratados nos filmes e suas formas de escapar das opressões, dando continuidade às discussões iniciadas durante a 22ª Mostra de Cinema de Tiradentes(janeiro), com foco nas questões e enfoques do cinema brasileiro contemporâneo no contexto da temática Corpos Adiante.

A Mostra Tiradentes |SPrepresenta uma conjugação de esforços e tem um propósito que nos une –honrar com o compromisso de lutar pelo que é produzido no Brasil, pela pátria das nossas imagens, dos corpos que as fazem, dos que as aplaudem. Um espaço de vanguarda para discutir a criação de outros universos possíveis.

 A vida pede mais cinema.

Pede passagem para uma imensa legião de pessoas que querem contribuir com o país, querem colocar a cultura no plano central das grandes discussões da vida brasileira. Um lugar de inovação e expressão da criatividade que integra também o cenário do desenvolvimento econômico, socialmente justo e sustentável.

É muito difícil imaginar a vida sem cinema. O cinema molda o nosso olhar sobre o mundo.E a arte nos faz melhores, mais humanos, mais tolerantes com as diferenças e nos ajuda a perceber que estamos no mesmo barco e que “navegar é preciso”.

Aqui é o Brasil.

Diante de nossos olhos, os enquadramentos em breves instantes fazem com que tudo fique grande e se apresente.

As imagens livres revelam a nova face do cinema brasileirosob os efeitos do tempo.

 

A VIDA PEDE MAIS CINEMA,
PEDE CORAGEM,
DIVERSÃO E ARTE!

 

 Sejam bem-vindos!

 

Raquel Hallak
Quintino Vargas
Fernanda Hallak
Diretores da Universo Produção
Coordenadores da Mostra de Cinema de Tiradentes