DEBATES E PRÉ-ESTREIA MUNDIAL MARCAM A PROGRAMAÇÃO DE DOMINGO DA MOSTRA TIRADENTES | SP

Em seu quarto dia em cartaz no CineSesc (Rua Augusta 2.075), a Mostra Tiradentes | SP foi palco de fortes reflexões políticas e sociais. O domingo, 18/03, do festival contou com a exibição de três longas (sendo um filme em pré-estreia mundial) e dois bate-papos consistentes, uma programação que exemplifica a potência desta Mostra que se consolida como o evento do cinema brasileiro na capital paulista, com a exibição de obras de cineastas destaque no cenário nacional contemporâneo e a retomada e ampliação das discussões iniciadas em Janeiro, na 21ª Mostra Tiradentes. A programação segue no CineSesc até o dia 21 de março, quarta-feira.

 Em pré-estreia nacional, o filme “Escolas em Luta”, de Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques e Tiago Tambelli (SP), Melhor Longa da 21ª Mostra Tiradentes eleito pelo Júri Popular abriu a programação do dia. A obra acompanha as ocupações de cinco escolas estaduais de São Paulo pela perspectiva dos secundaristas. Em 2015, estudantes da capital paulista ocuparam as instituições em um protesto contra o fechamento de 94 escolas estaduais e a realocação de mais de 300 mil alunos. Após a sessão, o público conferiu um bate-papo com a equipe do filme mediado pela curadora Lila Foster e com a participação de professores que participaram das ocupações. A conversa atualizou as discussões do filme, com reflexões sobre o atual momento do país, violência do estado, violência policial, violência de gênero e racismo.

 Outro destaque do dia, a exibição inédita do filme “Pássaro Transparente”, de Dellani Lima (SP), movimentou o CineSesc. Finalizado com o apoio da premiação da 18ª Mostra de Cinema de Tiradentes, o longa foi selecionado especialmente para a Mostra Tiradentes | SP. “Fico muito feliz em fazer essa primeira exibição nesse contexto. A Mostra Tiradentes sempre foi muito importante para mim que trabalho com um cinema muito independente, um cinema underground, pois abre essa janela para filmes que fogem do padrão do circuito comercial. Trazer essa janela para São Paulo é sensacional, porque é a oportunidade de se ter uma sala como o CineSesc exibindo um filme desse tipo, e com encontros somente possibilitados pelo Festival”, comenta o diretor.

 O filme da Mostra Aurora “Dias Vazios”, de Robney Bruno Almeida (GO), encerrou a programação do dia. A ficção acompanha a rotina pacata de quatro jovens nascidos e criados em uma pequena cidade do meio oeste brasileiro. Com discussões sobre vida e morte, desejo e religião, o longa é baseado no livro “Hoje Está um Dia Morto”, de André de Leone. Após a exibição, o público presente na sessão conferiu um bate-papo com o diretor, o autor do livro e equipe do filme mediado pelo curador Pedro Maciel Guimarães.

 A Mostra Tiradentes | SP é uma realização da Universo Produção em parceira com o Sesc - SP.

 PROGRAMAÇÃO DE SEGUNDA, 19/03

 A segunda-feira da Mostra Tiradentes | SP será marcada pela exibição de curtas e histórica presença indígena em sessão especial. Abrindo a programação, às 18h, o público da capital paulista poderá ver e se reconhecer nos curtas da Mostra Foco SP. Na sequência, às 19h30, chega a vez da série 2 da Mostra Foco, com a exibição de dois curtas premiados: “Calma”, de Rafael Simões (RJ), eleito Melhor Curta da Mostra Foco pelo Júri da Crítica na 21ª Mostra Tiradentes; e “A Retirada para um Coração Bruto”, de Marco Antônio Pereira (MG), eleito em Janeiro como Melhor Curta da 21ª Mostra Tiradentes pelo Júri Popular. Encerrando a programação, às 21h, o longa da Mostra Aurora “Ara Pyau - A Primavera Guarani”, de Carlos Eduardo Magalhães (SP). Em um momento histórico, a sessão contará com a presença de mais de 60 indígenas, participação possibilitada pela Mostra Tiradentes | SP.