EXIBIÇÃO DE CURTAS E PRÉ-ESTREIAS FORAM DESTAQUES NA PROGRAMAÇÃO DO DIA 16/03 DA MOSTRA TIRADENTES | SP

A sexta-feira, 16/03, da Mostra Tiradentes | SP foi de intensa programação fílmica. O festival, em cartaz no CineSesc (Rua Augusta, 2.075) até o dia 21/03, abriu o fim de semana com seis filmes divididos em três sessões. A seleção do dia apresentou consistente recorte da produção cinematográfica brasileira, reunindo curtas selecionados para a Mostra competitiva da 21ª Mostra de Tiradentes, uma pré-estreia mundial e um longa da Mostra Aurora seguido de debate. A sexta também foi marcada pelo início do Lab | Imersão DocBrasil, ministrado pelo curador Cleber Eduardo.

 Abrindo a programação às 17h30, o público conferiu o curta “Estamos Todos Aqui”, de Chico Santos e Rafael Mellim (SP). Primeiro a ser exibido em sua sessão, o filme foi o grande vencedor do Prêmio Canal Brasil de Curtas da última edição da Mostra Tiradentes, realizada em Janeiro. “Iara”, de Érika Santos e Cássio Pereira dos Santos (MG); “Peito Vazio”, de Yuri Lins e Leon Sampaio (PE); e “Outras” de Ana Julia Travia (SP) completaram a seleção da série 1 da Mostra Foco.

 Na sequência, às 19h, o CineSesc se agitou com a primeira exibição de “Berço Esplêndido”, de Lucas Acher (SP). Integrando a Mostra Paulista, o filme inédito foi selecionado pelos curadores Cleber Eduardo e Lila Foster especialmente para integrar a itinerância do evento. Com uma narrativa marcada pela ambientação em São Paulo, o longa é representação consistente da (capacidade de) produção dos jovens cineastas do estado.  “O filme foi produzido durantes os dois últimos anos e levantado com financiamento coletivo. Um trabalho duro que ficamos muito felizes de apresentar pela primeiríssima vez na Mostra Tiradentes | SP. Isso porque o filme apresenta a capital paulista a partir da perspectiva de um indivíduo, o que dá um direcionamento muito específico para a cidade. De certa forma esse indivíduo representa uma faceta a margem de São Paulo”, comenta o diretor.

 O CineSesc lotou para a última sessão da noite: “Madrigal para um Poeta Vivo”, de Adriana Barbosa e Bruno Mello Castanho (SP). A exibição do filme, que é um dos sete selecionados da Mostra Aurora, foi seguida de um bate-papo com os diretores mediado pelo curador Cleber Eduardo. O documentário com elementos ficcionais emocionou o público com o  escritor paulistano Tico, figura que estrelou manchetes de jornais e revistas com uma história de superação e a curiosa ocupação de coveiro em paralelo ao seu ofício da escrita. No bate-papo, os diretores responderam perguntas, apresentaram um pouco do processo de filmagem e bastidores da produção que é um retrato sensível de um excêntrico personagem da capital paulista.

 Na parte da tarde, o Cleber Eduardo abriu as atividades do Lab | Imersão DocBrasil. Ao todo, 11 realizadores de 5 projetos diferentes participam do laboratório sobre produção de longa de documentário. A ação formativa segue até o dia 19 de março, segunda-feira.

 A Mostra Tiradentes |SP é uma realização da Universo Produção em parceria com o CineSesc.

 PROGRAMAÇÃO DE SÁBADO, 17/03

 Produções paulistas e sessão gratuita de filme vencedor marcam programação de sábado da Mostra Tiradentes | SP. As atividades começam logo cedo, às 16h30, com a exibição do Filme Homenagem “Escola de Cinema”, de Angelo Ravazi (SP). A sessão será seguida de bate-papo com o diretor e o homenageado desta edição, Ismail Xavier. Às 20h30, o público poderá conferir gratuitamente o longa “Baixo Centro”, de Ewerton Belico e Samuel Marotta (MG), vencedor da Mostra Aurora da 21ª Mostra Tiradentes. “Platamama” de Alice Riff (SP), às 19h, e “Lembro Mias dos Corvos”, de Gustavo Vinagre (SP), às 22h, completam a programação do dia.

Confira a programação: clique aqui