MOSTRA TIRADENTES| SP 2020 PRESTA HOMENAGENS AO COLETIVO PAULISTA FILMES DO CAIXOTE

Integra a programação da 8ª Mostra Tiradentes | SP a homenagem ao coletivo paulista Filmes do Caixote, com sessões especiais do trabalho do grupo. Formado por Caetano Gotardo, João Marcos de Almeida, Juliana Rojas, Marco Dutra e Sérgio Silva, o Filmes do Caixote foi uma das mais notórias experiências de coletivo cinematográfico em São Paulo, criado na primeira década do século XXI quando despontavam também  em outro estados coletivos fundamentais no cinema contemporâneo brasileiro, como a Teia em Minas Gerais e Alumbramento no Ceará. “Esse fenômeno dos coletivos se viabilizou como uma produção artesanal que ia, inicialmente, na contramão do cinema incentivado por editais e que demandavam uma forma de trabalho e criação profissionalizadas (ou seja, industriais)”, comenta Francis Vogner dos Reis.

Coletivo Filmes do Caixote | Foto: Leo Lara/Universo produção

O início da atuação do coletivo inclui produções pequenas e experimentais realizadas em VHS, vídeo digital e película. Curtas marcados por empreitadas estéticas mais impressionistas do que discursivas, quase sempre performáticas e que levam em consideração a criação de formas a partir de uma exploração da câmera, fazendo dela mais um instrumento de poesia do que um meio de registro de realismo narrativo. Com diversos trabalhos que não responderam a um método único e a um sistema muito rígido de realização, a liberdade sempre foi a tônica desse conjunto de filmes e realizadores. 

Fizeram muitos filmes de curta-metragem experimentais com aparato parcimonioso via coletivo assinando as obras individualmente, em dupla ou em grupo. No entanto, também filmaram longas e curtas pelos meios mais oficiais, como editais e coproduções, com aparato mais robusto e circulação internacional, nos quais seus integrantes exercem diversas funções nos filmes uns dos outros. Exemplo mais bem sucedido disto, “Todos os Mortos”, último longa do coletivo dirigido por Marco Dutra e Caetano Gotardo e com Juliana Rojas assinando a montagem, é uma coprodução Brasil e França e concorreu ao Urso de Prata no Festival de Berlim deste ano, principal premiação do evento.

Também se destaca a rede de colaboradores que tomam parte decisiva na história do Filmes do Caixote, como as atrizes Gilda Nomace, Helena Albergaria, Helena Ignez, o ator Eduardo Gomes, o fotógrafo Matheus Rocha, a produtora Sara Silveira, entre muitos outros produtores, atores, atrizes e profissionais técnicos.

“O trabalho da Filmes do Caixote nos coloca questões não só sobre o cinema contemporâneo, mas também sobre a produção paulista como um todo. Se historicamente São Paulo se notabiliza por uma produção de filmes realizada em um esquema industrial, é importante notar que as maiores e mais imaginativas contribuições estéticas no cinema realizado na cidade sempre vieram de pequenos grupos criativos que buscaram reinventar (ainda que provisoriamente) modos de criação. Do cinema marginal à Produtora Paraísos Artificiais, os celeiros de invenção mais efusivos surgem na contramão do esquemas de criação e trabalho mais hegemônicos”, define o curador.

O público poderá conhecer a trajetória do coletivo em filmes e debate na programação do evento. Dentre os filmes que integram a Mostra Homenagem está o longa “Trabalhar Cansa” (2011), de Juliana Rojas e Marco Dutra, curtas-metragens que marcaram a carreira dos cineastas, como “Desculpa, Dona Madama” (2013), único filme dirigido por todos integrantes, e “A Bela P…” (2008),  de João Marcos de Almeida e que teve participação de todos os membros como elenco ou trilha sonora. “Estamos muito felizes com a homenagem e acreditamos que é uma grande oportunidade para dar destaque a nossos curtas, que é como a gente se firmou”, comenta o coletivo. 

SOBRE A MOSTRA TIRADENTES | SP

Realizada pela Universo Produção e pelo do Sesc SP, a Mostra Tiradentes | SP tem o propósito de ampliar as possibilidades de formação, reflexão, exibição e difusão do cinema brasileiro contemporâneo. De 1º a 7 de outubro de 2020, o público poderá acompanhar online e gratuitamente um panorama do cinema brasileiro contemporâneo, com a realização da Mostra Tiradentes| SP 2020. A programação contempla lançamentos e novidades do cinema nacional em longas e curtas em pré-estreias e mostras temáticas, debates com realizadores, pesquisadores e profissionais do audiovisual, homenagem e performance.

ATENÇÃO:

Como o formato do evento é digital, convidamos você para seguir a Universo Produção/Mostra Tiradentes nas redes sociais para ficar por dentro de tudo o que vai acontecer nos bastidores, acompanhar a evolução e notícias do evento, receber conteúdos exclusivos sobre a Mostra Tiradentes SP 2020. Canais e endereços:

Na Web: sescsp.org.br/mostratiradentes e mostratiradentessp.com.br
No Instagram@universoproducao @cinesescsp
No YoutubeUniverso Produção Cinesesc
No Twitter@universoprod @cinesescsp
No Facebookmostratiradentes / universoproducao / cinesescsp
No LinkedInuniverso-produção

Informações pelo telefone: (31) 3282-2366

Serviço

MOSTRA TIRADENTES SP 2020
1º a 7 de outubro de 2020

Acesse:  sescsp.org.br/mostratiradentes e mostratiradentessp.com.br
Online e gratuita.